PROGRAMAÇÃO

9h – 9h15
Saudações e introdução dos trabalhos

9h15 – 10h45
Mesa “Os desafios da governança das infraestruturas de Internet no Brasil”
com Percival Henriques (CGI), Artur Coimbra (MCTIC), João Pedro Flecha (ELLAlink)

10h45 – 11h10
Coffee break

11h00 – 12h30
Mesa “Desafios econômicos, geopolíticos e de vigilância”
com Michael Stanton (RNP), Jamila Venturini (Intervozes), Felix Blanc (Internet Sem Fronteiras) e Enylson Camolesi (Telefônica)

12h30 – 13h00
Debate com o público

O debate será seguido na parte da tarde com um workshop reunindo todos os convidados do seminário. Todos os debates serão gravados e serão sistematizados em uma publicação que será publicada em 2019.

BOTÃO 2

 


Anúncios
Painel 1

CONVIDADOS

Contaremos com a participação de:

 

jamila

 

JAMILA VENTURINI
Jornalista e mestranda, representante do coletivo Intervozes e membro da Rede Latino-Americana de Estudos sobre Vigilância, Tecnologia e Sociedade (Lavits)

 

convidado 7

 

LUCA BELLI
Pesquisador e professor sobre governança da Internet e regulação na Fundação Getúlio Vargas.

 

convidado 6

 

ARTHUR COIMBRA DE OLIVEIRA
Diretor do Depto de Banda Larga no Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações

 

convidado 2

 

JOÃO PEDRO FLECHA DE LIMA
Diretor executivo da empresa EllaLink – Cabos Brasil Europa S.A. ___________________

 

convidado 5

 

FELIX BLANC
Doutor em filosofia, responsável do escritório europeu da ONG Internet Sans Frontières

 

convidado 9

 

MICHAEL STANTON
Cientista de rede na Rede Nacional de Pesquisa

 

 

percival-henriques 2

 

PERCIVAL HENRIQUES
Conselheiro na Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br), representando a sociedade civil

 

 

convidados site 8

 

ENYLSON CAMOLESI
Diretor Institucional na Telefônica-Vivo

 

 

E também com:

– Adalberto Pessoa (ETICE)
– Asafe Coimbra (Net Roçinha)
– Basílio Perez (ABRINT)
– Bruno Vianna (Coolab)
– Carlos Afonso (NUPEF)
– Diego Vicentin (UNICAMP)
– Felipe Roberto de Lima (ANATEL)
– Gilberto Vieira (Data Labe)
– Humberto Galiza (Angola Cables)
– Marcio Patusco (Clube de engenharia)
– Marcos Dantas (UFRJ)
– Peter Knight (Instituto Braudel)
– Ruy Campos (artista e UERJ)
– Samuel Silva (NetRocinha/ABRINT)
– Thiago Novaes (Coolab)

 


 

Painel 2

EVENTO

Os cabos submarinos são as rodovias de alta velocidade das telecomunicações. Nesses mais de 300 cabos transitam 99% dos pacotes de dados das telecomunicações mundiais, graça a uma tecnologia dominada por poucas empresas privadas.

Mas apesar dessa importância estratégica pouco se sabe sobre a governança desses cabos e como o tráfego de dados está protegido.

Após dois anos de pesquisa sobre o tema, a ONG Internet Sem Fronteiras e o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor tem o prazer de convidá-los ao primeiro seminário sobre o tema organizado no Brasil – saiba mais na página Quem Somos.

Com o apoio do NIC.br/CGI.br , do Consulado da França no Rio de Janeiro e da Fundação Getúlio Vargas, o evento tem o intuito de reunir os diversos setores envolvidos (setor público, sociedade civil, empresas e academia) para afinar o conhecimento coletivo sobre ecossistema econômico da Internet, universalização do acesso, soberania digital e vigilância.  

Painel 3

QUEM SOMOS

logotype_source_ISFPtBr.png

A ONG atua no Brasil desde 2013 e é membro da rede internacional Internet Without Borders, com sede na França. Além de programas de educomunicação e atuação na luta pela democratização da comunicação, A ONG tem atuado em vários espaços sobre políticas públicas da Internet. Além de ser iniciadora de uma carta de apoio ao Asilo do Edward Snowden no Brasil em 2014, participou do NET Mundial e acompanhou a elaboração do Marco Civil.

Após ter realizado uma pesquisa sobre acesso à Internet no Camarões e banda larga internacional, pela A4AI (Aliance for affordable internet) em 2014, iniciou desde 2016 um trabalho de pesquisa sobre cabos submarinos e governança no Brasil. O projeto foi apresentado na Cryptorave de 2016, no Seminário de Governança de redes do IRIS em novembro de 2016 e foi selecionado como painel sobre governança no RIghts Con 2017 em Bruxelas, realizado em parceria com o coletivo Intervozes. Esse trabalho culminou na seleção de Felix Blanc, Integrante da ISF, como Fellow no CTS/FGV para o segundo semestre de 2017 e na elaboração de um trabalho de pesquisa que foi apresentado no IGF 2017 (Geneva) no âmbito de um workshop dedicado ao tema.

Mais informação, na pagina Facebook Internet Sem Fronteiras – Brasil (site em construção)

 

logo_idec novo.jpg

O Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor é uma organização sem fins lucrativos criada em 1987 e dedicada à defesa dos direitos dos consumidores no Brasil. O Instituto não possui ligação com empresas ou com órgãos de governo. Todo o trabalho desenvolvido pelo Idec baseia-se em doações de seus associados e de projetos financiados por filantropias internacionais. O Idec é filiado à Consumers International e membro do Civil Society Information Society Advisory Council (CSISAC), da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico.

É também membro do Comitê de Defesa dos Usuários de Serviços de Telecomunicações (CDUST) da Agência Nacional de Telecomunicações e integrante da Coalizão Direitos na Rede.